Mas eu gosto é mesmo do estrago, do estrago que fizemos nos lençóis, do estrago que você faz nas minhas costas quando me arranha, do estrago que faço no teu batom quando te beijo. Gosto do estrago que faço no teu cabelo, do estrago que fizemos em cada um, a nossa vida é baseada em caos, mas um caos maravilhoso.
»